Teatro Circo de Pobre

Prazo para captação:

De 01/06/17 até 31/12/17

Descrição

Musical sobre a Cinelândia dos anos 80 e seus personagens típicos.Espetáculo que une literatura, teatro, música e dança e contempla toda a diversidade de ritmos da música brasileira.

Quem Incentiva Pessoa Jurídica Pessoa Física

Região BR

Tipo de imposto abatido IR

Valor autorizado para captação:

R$ 6.522,20

Resumo

Musical sobre a Cinelândia dos anos 80 e seus personagens típicos.Espetáculo que une literatura, teatro, música e dança e contempla toda a diversidade de ritmos da música brasileira.

Objetivo

Objetivo Geral
• Divulgar a cultura carioca retratando a Cinelândia dos anos 80.

Objetivo Específico
• Unir literatura, música, dança e teatro num mesmo espetáculo.
• Apresentar música de qualidade, através de 17 composições inéditas.
• Contemplar uma grande variedade de ritmos que compõem o caldeirão cultural que
formou a Música Popular Brasileira, como valsa, hip hop, rock, bolero,
samba de breque, samba-enredo, jazz, blues, macumba, tango, balada, samba-canção,
pop etc.
• Apresentar novos talentos ao lado de artistas já consagrados.

Nº do Diário Oficial

01400005485201734

Onde vai acontecer

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Data de realização

Não definida

Público

Por se tratar de um evento completamente eclético quanto a gêneros musicais e faixas
etárias, o público-alvo a ser atingido será o maior possível, desde formadores de opinião,
músicos e jovens artistas, até amantes da música e pessoas leigas em geral.

O público de baixa-renda está também contemplado pelo projeto, com 20% dos ingressos
distribuídos gratuitamente em escolas da rede pública.

Além disso, o Teatro Maison de France é considerado modelo de acessibilidade,
permitindo que portadores de necessidades especiais possam ser também beneficiados.

Descrição

Esse espetáculo foi montado em apresentação-teste na Sala Municipal Baden Powell,
no dia 22 de setembro de 2016, de uma maneira inédita. Foi feito sem nenhum apoio
financeiro, apenas com a participação voluntária de cerca de 80 profissionais (quase 40
deles no palco) que admiram e acreditam no projeto. Compositores, músicos, cantores,
atores, figurantes, bailarinos e técnicos trabalharam gratuitamente por oito meses para
viabilizá-lo.

Nele são apresentadas 17 músicas inéditas, dos mais diversos ritmos. Todas de excelente
qualidade. O elenco reuniu artistas experientes e iniciantes, das mais diversas faixas
etárias e formações, contemplando inclusive aprendizes de projetos sociais, como o
ASM – Ação Social pela Música e a Academia Juvenil da Orquestra Petrobras Sinfônica.

Sua montagem, elogiadíssima, feita para um teatro lotado, foi uma janela de
oportunidade para todos os participantes e uma importante fonte de produção de boa
música, que se mostrou transformadora na carreira de todos.

Foi distribuído gratuitamente na ocasião o livro contendo, além do programa da peça,
os 17 contos que originaram as músicas. Essa importante inserção literária em um
espetáculo que já envolvia música, dança e teatro proporcionou aos espectadores uma
fruição verdadeiramente holística da arte de maneira geral.
Para o público, tão carente de espetáculos de qualidade para sua cultura e lazer,
Circo de Pobre foi uma experiência agradavelmente surpreendente e transformadora.

Sem absolutamente nenhum tipo de divulgação planejada (o objetivo sempre foi uma
apresentação-piloto para um público formador de opinião), o musical teve ampla e
positiva repercussão nas redes sociais.

Agora estamos buscando patrocínio para uma temporada em 2017, no Teatro Maison
de France, e alguns nomes de peso foram acrescentados ao projeto:

Teremos Paulo Cesar Feital na Direção de Atores, Pedro Braga e Chico Tâmega
na Direção Musical, Cenários e Figurinos de Cláudio Tovar, Luz do premiado Cid Feital
e excelentes cantores, como Ninah Jo, João Pinheiro, Manu Santos, Zé Alexandre,
João Cantiber e muitos outros.

A cobertura de imprensa será articulada por firma especializada, garantindo assim
grande visibilidade ao evento e a seu patrocinador. Além disso, devido ao extenso elenco
(cerca de 40 pessoas somente no palco), a visibilidade do projeto em redes sociais
crescerá em grande proporção, com cada artista multiplicando sua divulgação através de
suas redes, emails e fãs.

Download e material complementar

• Projeto aprovado pela Lei Rouanet
• 10% dos ingressos disponíveis para o patrocinador
• Demais contrapartidas (disponíveis em ambos os produtos (a apresentação
do musical e o livro) a serem combinadas com o patrocinador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *