Vôlei ABEL BRUSQUE ESPORTE E E EDUCACAO

Descrição

Oferecer condições de formação para os jovens das categorias de base entre 8 e 18 anos
da Associação Brusquense de Esporte e Lazer (ABEL) com vistas a promover um
desenvolvimento integrado destes jo

Quem Incentiva Pessoa Jurídica Pessoa Física

Região BR

Tipo de imposto abatido IR

Valor autorizado para captação:

R$ 1.278.615,51

Resumo

Oferecer condições de formação para os jovens das categorias de base entre 8 e 18 anos
da Associação Brusquense de Esporte e Lazer (ABEL) com vistas a promover um
desenvolvimento integrado destes jo

Objetivo

OBJETIVOS ESPECÍFICOS
– Incentivar e ampliar a prática do voleibol em toda cidade de Brusque, em seus diferente
núcleos;
– Formar equipes competitivas, através do apoio das Federações Estaduais e de seus
filiados;
– Fomentar a melhoria do aprendizado do voleibol em jovens de 8 a 18 anos;
– Integrar jovens atletas da região sul do Brasil por meio da prática do voleibol;
– Possibilitar a integração e a interação da categoria de base da Associação Brusquense
de Esporte e Lazer em seus diferentes núcleos de trabalho;
– Viabilizar uma boa estrutura de treinamento, auxiliando a formação dos jovens não só
como futuros atletas mas nas suas estruturas motoras mas valorizando aspectos éticos e
morais, enfim, formando cidadãos brusquenses com noção de seus papéis na sociedade.
A Associação Brusquense de Esporte e Lazer, designada ABEL, filiada Federação
Catarinense de Voleibol e a Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), é uma sociedade
civil, sem fins econômicos, de âmbito Estadual, fundada a cidade de Brusque. Criado em
2011, o Projeto da Associação Brusquense de Esporte e Lazer (ABEL) de Voleibol é
desenvolvido na cidade Brusque-SC e atende jovens em diversos bairros na modalidade
de voleibol.
Suas categorias de base estão focadas na formação integral do jovem atleta tendo como
norte o desenvolvimento de valores e habilidades que se apresentam de forma muito
evidente nas práticas esportivas contribuindo diretamente para o desenvolvimento
humano, especialmente dos jovens.
V. OBJETIVOS – Citar o OBJETO do projeto e apresentar de forma clara e objetiva o que
se pretende alcançar com o seu desenvolvimento.
VI. METODOLOGIA – Descrever e detalhar o desenvolvimento, execução e a
metodologia aplicada em todas as atividades do projeto. Apresentar as fases de
execução do projeto, constando cronograma de atividades com períodos de cada ação.
Grade horária, constando modalidades, nº de turmas, quantitativo de beneficiários por
turma, frequência semanal, de acordo com turnos e faixas etárias. Quadro de horário dos
profissionais com frequência semanal, detalhando as atribuições de cada um. Apresentar
os respectivos calendários dos eventos a participar ou a executar, especificando datas e
duração dos mesmos. Apresentar o critério de seleção dos participantes e dos
profissionais envolvidos. No caso de apresentação de quadros ou planilhas explicativas,
anexar ao projeto impresso a ser enviado ao Ministério do Esporte.
A partir dessas ações, a ABEL entendeu que seu papel é o de formar jovens atletas para
o voleibol brasileiro, motivo pelo qual concebeu e planejou o seu plano de
desenvolvimento de um trabalho sólido, profissional e sistematizado.
O trabalho é liderado pelo Prof. Maurício Thomas, que repassa ao seu grupo de trabalho
ensinamentos acumulados em seus muitos anos à frente das seleções brasileiras de
base. Assim, após a chegada ao Projeto, o jovem atleta da categoria de base recebe
atenção desse grupo de profissionais que o orientam sobre a importância da permanência
na escola e com boas notas, noções de cidadania e valores como respeito e ética. O seu
desenvolvimento esportivo, para a ABEL, passará por esses aspectos e a boa convivência
com os colegas e família são fundamentais.
As atividades ocorrem em 3 diferentes núcleos, sendo duas quadras no Ginásio
Multieventos Arena Brusque, uma quadra locada no Centro Educacional Cultura e uma
quadra locada na Associação Renauxview, todos na cidade de Brusque-SC e a divisão
dos grupos obedece à faixa etária (da iniciação à pré- equipe apresentadas em
documento anexo), onde os profissionais envolvidos adequam os conteúdos do voleibol a
fase de desenvolvimento correspondente ao jovem atleta. As tarefas tecnico-táticas bem
como as solicitações físicas, portanto são coordenadas por profissionais especialistas de
forma a não prejudicar o desenvolvimento do jovem sempre buscando potencializar o
aspecto esportivo ligado ao voleibol. Em parceria com a Prefeitura de Brusque foi cedido
um fisioterapeuta com 20 horas, responsável pelo atendimento das equipes e dos
participantes em eventuais traumas derivados da prática esportiva.
A ABEL visa incentivar a prática da modalidade de voleibol, contando com profissionais
capacitados e integrados com o intuito de desenvolver a formação de cidadãos por meio
do esporte. As aulas são divididas por categoria de disputa e o aspecto lúdico é
privilegiado, principalmente nas idades menores. Nesse sentido, o voleibol é um veículo
de aprendizado para a formação desses jovens, proporcionando experiências motoras
globais e enriquecedoras.
Os treinamentos buscam o desenvolvimento global do ponto de vista motor onde há a
presença de trabalhos preventivos ligados à modalidade e à saúde. Mais uma vez o
respeito ao desenvolvimento físico e motor do jovem é observado e estimulado.
Para o professor Cacá Bizzochi (2000), o aprendizado do voleibol deve ser dividido em
três fases: aprendizagem inicial, fixação de aprendizagem e aperfeiçoamento. Na primeira
fase, as tarefas motoras simples como passes e levantamentos deverão ser ensinadas
através do chamado Método Global em que o todo é praticado sem divisão de fases. As
atividades se voltam à repetição dos gestos e à sua variabilidade. Na segunda fase, os
estímulos se voltam para a consolidação dos fundamentos aprendidos, considerando que
o jovem já possui um acervo motor adquirido com os gestos da fase anterior. Na última
fase, a prática dos fundamentos já estão aprendidos e assimilados e as tarefas são
inicialmente de forma adaptada e depois de maneira mais próxima ao jogo, sempre
respeitando as características de iniciação e o desenvolvimento do jogo propriamente dito.

Nº do Diário Oficial

58701.002669/2014-22

Onde vai acontecer

Brusque, SC, Brasil

Data de realização

Não definida

Público

Criancas de 7 a 17 anos

Descrição

O projeto da ABEL está focado na formação integral do jovem tendo como fio condutor o
desenvolvimento de valores e habilidades que se apresentam de forma muito evidente
nas práticas esportivas contribuindo diretamente para o desenvolvimento humano,
especialmente dos jovens. Huizinga apud Schöffel utiliza a expressão homo ludens para
demonstrar que na vida humana além da capacidade de raciocinar há outra função
importante que é o jogo.
Os valores humanos do trabalho em equipe, respeito, disciplina, comunicação,
autodesenvolvimento, capacidade de lidar com a frustração e ética são fatores
trabalhados constante e continuamente pelos profissionais, sempre compromissados com
a formação dos jovens em parceria com a família e a escola. Cabe nesse momento o
auxílio do Ministério do Esporte, por entender que a união de esforços em torno de um
objetivo comum fortalece esta formação de pequenos cidadãos.

Download e material complementar

1. Ser um agente motivador dos participantes do projeto a adquirir gosto pelo voleibol,
oferecendo-lhes condições adequadas de ensino, respeitando suas características,
necessidades e interesses.
2. Aumentar o número de praticantes da modalidade contribuindo para a formação
subsequente de equipes representativas da ABEL;
3. Contribuir para a melhoria da condição motora e de saúde em geral dos jovens
praticantes;
4. Proporcionar um ensino da modalidade de maneira regular, constante, apropriada e
corretamente orientada, respeitando todo o processo de desenvolvimento motor dos
jovens;
5. Contribuir para integração e relacionamento social de amizade e companheirismo.
6. Ampliação das condições de desenvolvimento e prática da modalidade, contribuindo
para o surgimento de novos praticantes estimuladas pelo sadio ambiente esportivo gerado
pelo projeto;

Visibilidade em todos o estado de santa Catarina atraves de uniformes , placas , jornais , sites e revistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *