Teatro Brinquedo – Das Formas de Liberdade

Prazo para captação:

De 05/11/19 até 16/03/20

Descrição

“Brinquedo – das Formas de Liberdade” é um espetáculo livre para todas as idades que fala
sobre a importância de mantermos a essência do brincar.

Quem Incentiva

Valor autorizado para captação:

R$ 248.820,00

Resumo

“Brinquedo – das Formas de Liberdade” é um espetáculo livre para todas as idades que fala
sobre a importância de mantermos a essência do brincar.

Objetivo

– Unir esteticamente o modelo do carnaval de avenida ao teatro;
– Fomentar uma pesquisa sobre a cultura popular brasileira;
– Realizar uma temporada de 02 meses em teatro da prefeitura de São Paulo a preço popular, somando 16 apresentações;
– Realizar 05 apresentações no interior e litoral do estado de São Paulo;
– Contribuir para a formação de plateia teatral;
– Utilizar o teatro como forma de promoção da cultura popular brasileira;
– Promover um espaço de lazer, informação e reflexão para o público;
– Oferecer uma oficina gratuita para atores e arte-educadores sobre a relação das danças populares com o fazer teatral;
– Utilizar a linguagem teatral para se comunicar com diversos públicos;
– Fomentar a pesquisa sobre os brinquedos da cultura brasileira e sua relação com o fazer teatral;

Nº do Diário Oficial

29174

Onde vai acontecer

Batatais
Bauru
Bragança Paulista
Rio Claro
Santos
São Paulo

Data de realização

Não definida

Público

Potencialmente falando, este espetáculo não é feito para um público específico, que pesquisa a cultura popular ou gosta
do carnaval de avenida. Esta encenação fala com trabalhadores de todos os níveis e salários, todas as regiões brasileiras, com brincantes e não brincantes.
Além do espetáculo, adolescentes de 11 à 14 anos do ensino público municipal de uma escola da região próxima ao teatro municipal de estreia na capital serão convidados para uma oficina onde o elenco expõe a linguagem do espetáculo no Workshop “Teatro na Dança Popular Brasileira”.
Também haverá a oficina “Teatro e a Dança Popular Brasileira” ministrada também pelo elenco, para arte-educadores e profissionais da educação sobre a importância e a proximidade das artes com a cultura popular brasileira.

Descrição

Visando a montagem deste espetáculo, a Cia de Teatro Olhares irá, além de produzir, fomentar
uma pesquisa com Sidnei França (carnavalesco paulistano) e Priscila Paciência (dançarina e
coreógrafa de cultura popular) sobre a possibilidade de utilizar a linguagem estética do carnaval
na caixa preta teatral. Trata-se não só de uma produção de espetáculo, mas de uma pesquisa
estética que a Companhia de Teatro Olhares vem propondo desde 2017, unindo o universo do
brincante ao fazer teatral. Produzido, o espetáculo fará uma temporada em teatro da prefeitura
de São Paulo, a combinar, aos sábados e domingos, por 02 meses, com previsão de temporada
em Junho e Julho/2020, completando assim 16 apresentações a preço popular, com roda de
conversa com elenco e direção, feita por pelo menos 04 vezes durante a temporada. Será
realizada também uma oficina para atores e arte-educadores sobre danças populares e sua
relação com o teatro, além de um workshop com alunos da rede municipal de ensino sobre a
ligação entre dança popular e teatro. Acaba a temporada na prefeitura, o espetáculo sairá em
circulação por 05 cidades do interior que tem carnaval com escolas de samba: Bauru, Bragança
Paulista, Rio Claro, Batatais e Santos. Será realizada uma apresentação por cidade, a preço
popular.

Download e material complementar

– Na temporada em teatro municipal, os ingressos serão a preço popular (de acordo com as normas da prefeitura);
– Reservaremos ao menos 10% dos ingressos de todas as apresentações à ONGs;
– Atividade de Formação: oficina de 02 dias sobre o “Teatro e a Dança Popular Brasileira”, ministrada por Beatriz Gimenes, atriz e diretora do espetáculo. Nesta oficina, Beatriz irá ministrar tudo o que o elenco vivenciou nos ensaios para artistas e educadores que queiram entender como pode-se dar a aproximação do teatro e da cultura popular em sala de aula e no
palco. Esta oficina será gratuita, com duração de 02 dias, totalizando 6 horas de trabalho. O local será negociado, provavelmente no mesmo espaço de ensaio. Para participar da oficina será necessária pré-inscrição, e com a participação máxima de 30 pessoas. A mesma será divulgada pelos mesmos meios que o espetáculo. A oficina será ministrada durante a temporada do espetáculo na prefeitura.
– Gratuidade do ingresso, 01 vezes ao mês, durante a temporada na prefeitura, totalizando 02 sessões 100% gratuitas;
– Gratuidade de ingressos para moradores da região do teatro -durante toda a temporada- com comprovante de endereço;
– Apresentações no interior e litoral do estado de São Paulo a preço popular;
– Ações que facilitem o livre acesso de idosos e pessoas com deficiência: o público deste perfil será prontamente colocado em acentos de fácil acesso e locomoção, antes da entrada oficial da plateia. Mães com bebês de colo, idosos e deficientes terão prioridade.
– Workshop “Teatro na Dança Popular Brasileira” em escola da prefeitura da região do teatro de estreia para alunos do ensino fundamental II, de 11 à 14 anos. Este workshop será realizado durante a temporada do espetáculo e ministrado também por Beatriz Gimenes, de acordo com a agenda da escola e da artista. Terá a duração de dois dias, por 1h30, totalizando 3 horas de workshop. Ou será realizado em um dia especial na escola. Tudo a ser conversado com a diretoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *