Vídeo Curitiba 2014: a copa é aqui – o legado

Prazo para captação:

De 01/07/14 até 20/12/15

Descrição

O documentário mostrará a linha evolutiva do futebol, do país, da cidade e seus habitantes entre as copas de 50 e 2014; focando o novo e global em contraponto ao provincianismo e arcaico.

Quem Incentiva Pessoa Jurídica Pessoa Física

Região BR

Tipo de imposto abatido IR

Valor autorizado para captação:

R$ 225.000,00

Resumo

O documentário mostrará a linha evolutiva do futebol, do país, da cidade e seus habitantes entre as copas de 50 e 2014; focando o novo e global em contraponto ao provincianismo e arcaico.

Objetivo

O evento da Copa do Mundo é único e envolve especialmente o brasileiro. A ideia surgiu como uma oportunidade de registrar não só os acontecimentos oficiais que a TV exaustivamente explora, jogos, entorno, etc., como também e principalmente aquilo que fica à margem do espetáculo e como todos foram afetados pela copa, positiva e negativamente. As frentes: as cidades e as pessoas. As melhorias urbanas e as obras de construção, reforma ou melhoria – o legado. As características pessoais e de um povo, o natural da cidade, o imigrante, o emigrante e os turistas. As diferenças entre a copa de 50 e de 2014, questões culturais e urbanas.

Nº do Diário Oficial

147015

Onde vai acontecer

PR: Todas as cidades
Cafelândia
Guaíra
Guaraci
Palmital
Pitangueiras
Catanduvas
Irati
Palmeira
Turvo
Palmas

Data de realização

Não definida

Público

O filme será exibido na tv aberta e atingirá o grande público. O filme será disponibilizado gratuitamente na tv a cabo e na internet, atingindo um número muito grande de pessoas e de todas as faixas etárias.

Descrição

CURITIBA 2014: A COPA É AQUI – O LEGADO é um projeto cultural de
produção de um documentário em média metragem digital, inédito, para
salas de exibição, DVD e exibição em TV, como a estatal paranaense TV
Educativa E-PARANÁ e RPC TV – REDE GLOBO; com 26’ de duração, a ser
filmado em HDCAM digital. Em termos de linguagem, além da cobertura do
evento copa como jogos e festas, realizaremos depoimentos e
entrevistas com torcedores, personalidades, moradores e os principais
atores da gestão, a fim de detectar a diferença entre o que se
pretendeu fazer, o que efetivamente se fez e o legado que foi deixado,
ou seja, a expectativa gerada e o resultado prático. Traçaremos uma
linha do tempo em docudrama numa finalidade estética e linguagem
didática estabelecendo contrapontos entre a copa de 50 e a de 2014.

Objetivo
Dar ampla visibilidade do projeto e da cidade de Curitiba ao resto do
país e do mundo, possibilitando o acesso gratuito da população
brasileira ao documentário realizado através das exibições gratuitas
na emissora de televisão pública aberta e estatal paranaense E-PARANÁ
(antiga TV Educativa). Mostrar um trabalho profissional de qualidade
ímpar ao mundo, reforçando a tese do cenário artístico-cultural
curitibano e de que nossa comunidade tem talento e competência para
realizar um documentário inédito sobre a realização da Copa do Mundo
FIFA em nossa cidade, com características de interatividade,
apresentadas pela primeira vez no DVD da média metragem “CURITIBA
2014: A COPA É AQUI – O LEGADO”. Fazer um escrutínio do caderno de
encargos da FIFA e das atribuições governamentais em torno da
organização da Copa do Mundo em nossa cidade, possibilitando o
acompanhamento das informações no resto do mundo através do download
via web a ser possibilitado em sites especializados. Pretendemos
realizar sessões públicas e gratuitas do documentário em cinemas de
Curitiba.
O projeto gerará renda para a classe artística profissional da cidade,
e atenderá grande parcela dos curitibanos, uma vez que terá exibição e
distribuição gratuita, através da produção do audiovisual.O
documentário tem a importância documental e transparência na cobertura
do evento, e deverá projetar a cidade em nível mundial, uma vez da
capacidade do projeto de exibição – TV e DVD.O DVD do filme – 1.000
unidades – será distribuído parcialmente de forma gratuita, como forma
de contrapartida social, divulgação e estratégia de comunicação do
projeto. As cópias serão entregues ao Minc, à Cinemateca Brasileira, à
Biblioteca Nacional, à Cinemateca de Curitiba, Fundação Cultural de
Curitiba e Biblioteca Pública do Paraná também gerarão audiência no
público consumidor de cultura de forma espontânea.Pretendemos exibir o
filme em TV aberta (como o canal aberto E-PARANÁ – faixa nobre) e
canais fechados de radiodifusão, atingindo aproximadamente 100 mil
pessoas, ao todo, esperamos exibir o doc para 1 milhão de pessoas.
Existe a possibilidade de exibição em circuito comercial, mostras
paralelas e festivais nacionais e internacionais.

Justificativa
A produção do documentário se justificativa pelo altíssimo interesse
despertado pelo evento da realização da Copa do Mundo FIFA em 2014 no
Brasil em todo o mundo, e pretendemos cobrir a expectativa dos
curitibanos, o interesse gerado, o plano de negócios, o planejamento
em infra-estrutura, a reforma do estádio sede do evento; além de
relembrar a recepção da Copa do Mundo FIFA de 1950, também disputada
em nossa cidade só que em outro estádio, para efeito de análise e
comparação com os dias atuais.

Pretendemos realizar sessões públicas gratuitas do documentário na Cinemateca de Curitiba, em mostras e festivais, e circuitos de exibição como escolas de cinema e universidades.
Pretendemos doar 100 cópias do filme em dvd a bibliotecas, fitotecas e cinematecas; 100 cópias a serem distribuídas gratuitamente ao público em geral nas mostras, festivais, eventos e circuitos de exibição pública; além de 100 cópias aos patrocinadores.
O documentário tem garantida exibição na TV aberta pública do Estado do Paraná e na RPC TV, e ainda a possibilidade de veiculação em diversos segmentos de mercado, em emissoras de televisão abertas, gratuitamente, como a Rede Brasil, TV Câmara, TV Senado, TV Sesc e TV´s Comunitárias (pelo período de até 2 anos e 1 exibição); canais a cabo, como Canal Brasil.

Curitiba 2014: a copa é aqui – o legado

26 de novembro de 2014

O documentário mostrará a linha evolutiva do futebol, do país, da cidade e seus habitantes entre as copas de 50 e 2014; focando o complexo de vira-latas rodrigueano, a autofagia e o provincianismo; em contraposição ao progresso capitalista, à globalização e a era da informação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *