Literatura Literatura INFANTOJUVENIL –

Prazo para captação:

De 30/06/16 até 31/12/16

Descrição

Vozes da Natureza” através de três parábolas, se propõem a conduzir o leitor a refletir sobre a natureza, onde todo o processo têm encantos de um mundo mágico, o homem só precisa reeducar-se

Quem Incentiva

Valor autorizado para captação:

R$ 20.000,00

Resumo

Vozes da Natureza” através de três parábolas, se propõem a conduzir o leitor a refletir sobre a natureza, onde todo o processo têm encantos de um mundo mágico, o homem só precisa reeducar-se

Objetivo

Vozes da Natureza vem de encontro àqueles que defendem a natureza e se encaixam na capacidade imaginativa das crianças.

Nº do Diário Oficial

ainda não foi publicada

Onde vai acontecer

Santa Maria, RS, Brasil

Data de realização

Não definida

Público

O objetivo do Projeto, é incentivar crianças, jovens e adolescentes, o contato com obras literárias desde as séries iniciais da Educação Básica e principalmente a utilização da Literatura como fruição e apreciação estética pode contribuir decisivamente para a formação de leitores.

Descrição

O livro “Vozes da Natureza”… É uma obra para o público infantojuvenil. Justifica-se no seguinte pressuposto: A criança está sempre aberta a apreender um proposito novo. O objetivo de ter na criança, através da Educação, uma pareceria para mudar a visão do homem em relação ao eco sistema, fazendo com que o homem deixe de ser um estranho em relação ao meio natural e passar a ser parceiro. Pois todo o ato humano que prejudique o eco sistema, terá consequências no mundo dos seres ditos irracionais, na cadeia alimentar e na continuidade das espécies, com implicações a curto, médio e longo prazo, prejudicando diretamente o próprio homem. Sendo assim, através dos três contos da obra Vozes da Natureza, o autor pretende sensibilizar e conscientizar a sociedade a refletir sobre o descaso em relação à conduta do homem no momento atual, como predador do eco sistema. Por consequência, já temos espécies desaparecidas e outras a caminho da extinção. O homem, como herdeiro desse mundo maravilhoso que lhe foi entregue para manter, cuidar, proteger e não devasta-lo,
tem obrigação de prestar contas às gerações futuras. Não deixemos aos futuros descendentes a devastação, o caos. Vamos tentar reverter o quadro atual, respeitar a natureza.

Doação de um percentual dos livros as Bibliotecas Publicas da Rede Oficias, palestras e workshops para alunos carentes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *