Música Música brasileira de concerto: diálogos

Prazo para captação:

De 27/03/13 até 31/12/14

Descrição

Gravação de CD, DVD e turnê pelo interior do Estado de São Paulo com 20 (vinte) espetáculos gratuitos do grupo musical Algaravia.

Quem Incentiva Pessoa Jurídica

Região SP

Tipo de imposto abatido ICMS

Valor autorizado para captação:

R$ 500.000,00

Resumo

Gravação de CD, DVD e turnê pelo interior do Estado de São Paulo com 20 (vinte) espetáculos gratuitos do grupo musical Algaravia.

Objetivo

O projeto “Música brasileira de concerto: diálogos” tem como objetivo principal aproximar o repertório da música erudita do grande público que não tem acesso nem às salas de concerto e nem oportunidade para conhecer este universo cultural. Em segundo plano, o projeto visa romper as barreiras entre o ouvinte e a música instrumental. Realização de 20 apresentações gratuitas do grupo Algaravia em cidades do interior do Estado de São Paulo. Gravação de CD com tiragem de 1.000 cópias. Gravação de DVD com tiragem de 1.000 cópias.

Nº do Diário Oficial

9557

Onde vai acontecer

SP: Todas as cidades

Data de realização

Não definida

Público

Público que não tem acesso as salas de concerto e o repertório da música erudita.
Iremos disponibilizar o CD e DVD gratuitamente na internet para que o público tenha acesso a esse universo cultural.
As apresentações nas cidades do interior do estado contribuem para o crescimento cultural destes locais, que estão distantes do eixo artístico principal, no município de São Paulo.

Descrição

O grupo Algaravia, formado por músicos graduados pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), tem como objetivo, desenvolver um repertório baseado na pesquisa e seleção de obras de compositores que são, em sua maioria, oriundos do universo musical erudito. A partir desta pesquisa, busca-se então, arranjar estas obras selecionas para uma formação instrumental tipicamente popular: um quinteto formado por saxofone, piano, contrabaixo violão e bateria. Diferente do projeto de estréia do grupo, esta nova proposta se focará prioritariamente na música brasileira. A idéia consiste em selecionar obras de determinados compositores brasileiros que apresentem em suas estruturas o diálogo entre popular e erudito, nacional e internacional, regional e global. Desta maneira foram escolhidas duas obras de cada compositor que refletem esta dicotomia. Dentre os compositores escolhidos estão Villa Lobos, Edino Krieger, Almeida Prado, Marlos Nobre e Cláudio Santoro. Como exemplo desta polarização estão as peças de Heitor Villa Lobos “Caboclinha” (Prole do bebê nº1) e “New York Skyliner Melody”. A primeira, composta em 1918 é representativa de uma fase nacionalista do compositor, que revela a busca de uma expressividade baseada nos materiais populares brasileiros, sintetizando, assim como as outras peças pertencentes à Prole do bebê nº1, sua linguagem musical característica. “New York Skyliner Melody”, composta em 1939, revela uma outra faceta do compositor, centrada na contraposição entre nacional e universal, presente e passado. Nela, Villa Lobos se apoia em uma escrita moderna e experimental chamada por Koeullheuter de grafia proporcional, que utiliza-se de gráficos e diagramas para se criar uma melodia. Embora este processo criacional pareça racionalizado e calcado nas formas de composição da música erudita vanguardista, o compositor não deixa de lado os gêneros populares e os ritmos africanizados. A idéia que inspirou este projeto pode ser sintetizada a partir da fala do compositor Almeida Prado: “Nunca desprezei essa base nacionalista porque a considero uma base de raiz, e nós temos que ter um pé no quintal de casa e outro pé no mundo. Esse é o segredo: você ser um homem de quintal (…), e ao mesmo tempo ter uma visão planetária. O ruim é quando você esquece o quintal e se perde no universal, ou ao contrário, quando você fica só no seu quintal e se esquece que existem outros. Essa dualidade, que é muito benéfica, está presente em minha obra.” Almeida Prado. Repertório 1-Caboclinha – Prole do Bebê nº 1 – Heitor Villa Lobos (1887-1959) 2- New York Skyline melody – Heitor Villa Lobos (1887-1959) 3- Sonatina – Edino Krieger (1928 – ) 4- Brasiliana – Edino Krieger (1928 – ) 5- Poesilúdio nº 7 – Noites de São Paulo – Almeida Prado (1943-2010) 6- Sonata Tropical – Almeida Prado (1943-2010) 7- Toccata nº 1 – Marlos Nobre (1939 -) 8- Frevo nº 2 – Marlos Nobre (1939 -) 9- Ponteio – Cláudio Santoro (1919-1989) 10- Prelúdios (excertos) – Cláudio Santoro (1919-1989)

Além de atrelar o nome da empresa a um dos mais importantes programas de incentivo à cultura do país, este projeto ainda prevê entrada gratuita as apresentações, confecção de CDs e DVDs a preços populares, realização de concertos didáticos e um plano de divulgação abrangente, o que torna a visibilidade da sua marca ainda maior, tanto do ponto de vista do merchandising, como do ponto de vista da contribuição social.

Ainda assim oferecemos uma proposta de contrapartida detalhada, desenvolvida especialmente para cada tipo apoio. Aceitamos também novas propostas e sugestões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *