Onde mora o amor?

Descrição

É a criação de uma websérie, exposição de fotos, performances, museu virtual, uma multiplataforma cultural, criada que a partir de cartas de amor, coletadas nas ruas, na web e entre artistas.

Quem Incentiva Pessoa Jurídica

Região Rio de Janeiro

Tipo de imposto abatido ISS

Valor autorizado para captação:

R$ 501.050,00

Resumo

É a criação de uma websérie, exposição de fotos, performances, museu virtual, uma multiplataforma cultural, criada que a partir de cartas de amor, coletadas nas ruas, na web e entre artistas.

Objetivo

O projeto “Onde mora o amor?” Nasceu da experiência vivenciada pela artista e produtora Sheyla Santanna, em seu processo de pesquisa para atuar na peça “Ninguém leu Gerra e Paz” de Fábio Porchat, descobriu os livros “Cartas do Coração” onde apresentava ao público a leitura de cartas de amor de grandes artistas como: Machado de Assis, Frida Khalo, Vicent Van Gogh entre outros. O amor é um grande tema, tanto para a internet, para a música, dramaturgia, poetas, etc… Mas afinal como está o amor, nessa era da tecnologia? Na tentativa de responder essa questão, buscamos encontrar essa resposta através de um elemento que será o grande fio condutor deste projeto, as cartas de amor.Temos como objetivo transformar o Rio de Janeiro em um grande cenário do amor, estimular, realizar e transformar gestos de amor entre as pessoas na cidade do Rio de Janeiro e do mundo.
ONDE MORA O AMOR? destaca-se por seu ineditismo, por sua capilaridade e pelo potencial gerador do acesso ao público, a todo material levantado e as obras artísticas criadas. Assim, o movimento aqui proposto legitima o lugar político, socializador e estratégico do fazer cultural.

Nº do Diário Oficial

WEC365

Onde vai acontecer

RJ: Todas as cidades

Data de realização

Não definida

Público

Todo o público que se interessa pelo o tema, cada ser que ama e quer amar, o público da rua, da internet, da tecnologia, os cientistas, os amantes, os filósofos, todos!

Descrição

“Onde mora o amor?” é a criação de uma multiplataforma cultural virtual com: performances, fotografia, artes plásticas, websérie e audiovisual (curta metragem), que será desenvolvida a partir de cartas de amor, coletadas nas ruas, na web e na história da cidade do Rio de Janeiro, através de seus artistas,  visando estimular, realizar e transformar gestos de amor entre as pessoas na cidade do Rio de Janeiro. Uma grande ação de amor em comemoração ao aniversario da cidade maravilhosa. 

É um projeto que irá transformar a cidade do Rio de Janeiro em um grande cenário do Amor, a morada do amor em cada pessoa, nas ruas, nas praças, na web, nas casas, nos Correios, nos encontros, cartas de amor vão voar pelo ar e por onde andar. Às Ruas o que é das Ruas, ao Amor o que é do Amor!

Além da exposição e apresentação das artes multidisciplinares criaremos uma plataforma digital para uma exposição virtual de todo o conteúdo coletado e criado para o projeto, que se realizará em algumas etapas.

 

Concomitante a cada etapa desenvolvida no projeto, será criada um plataforma digial online, onde será pensada não somente como um espaço virtual para a hospedagem dos vídeos, cartas e obras criadas pelos artistas selecionados, mas, fundamentalmente, como um local de referência para compartilhamento de experiências, com espaço para debates, articulação entre redes sociais e sites afins.

Assim, cada obra será apresentada ao público presencialmente ao público da internet / rede sociais, pela plataforma digital.

Em cada local que acontecerá a apresentação, criação e/ou gravação, será fixado cartazes com o nome do projeto e uma frase: AQUI ACONTECEU UM ATO DE AMOR, junto com um QRcode que direcionará a pessoas para  ver na plataforma digital o vídeo, websérie e a obra/performance criada e apresentada.

O projeto “Onde mora o amor?” Nasceu da experiência vivenciada pela artista e produtora Sheyla Santanna. A artista em seu processo de pesquisa para atuar na peça “Ninguém leu Gerra e Paz” de Fábio Porchat, descobriu os livros Cartas do Coração uma antologia do amor de Elizabeth Orsini e Cartas do Front de Andrew Carroll, onde apresentava ao público a leitura de cartas de amor de grandes artistas como: Machado de Assis, Frida Khalo, Vicent Van Gogh entre outros. Este projeto foi tão importante em sua carreira que a temática sobre o amor tornou-se objeto de sua pesquisa pessoal.

Atendo as demandas do nosso tempo atual é possível concluir que as transformações vivenciadas na Era Digital alterou significativamente as interações socioculturais. Se por um lado as novas tecnologias transformam profundamente as relações humanas, inclusive e principalmente as formas de comunicação já que elas aproximam distancias, mas por outro lado distanciam o contato, a presença e as formas antigas de expressão (falamos aqui da escrita), que estão praticamente em extinção, quem hoje em dia escreve ou recebe cartas de amor? Como interagir e expressar verdadeiramente o amor hoje? Quais são as formas que substituíram essa expressão, serão os e-mails, twitters, redes sociais? eles cumprem este papel na formação do individuo? O conceito amor ainda é o mesmo? Quais formas atuais para expressar um sentimento tão presente em nossas vidas? Será que precisamos resgatar a forma mais genuína e verdadeira da expressão do amor, através das cartas, escritas, seladas e enviadas para encontrar a expressão verdadeira do amor?

Desenvolveremos uma parceria com a Comunidade da Maré no Museu da Maré onde: Os artistas selecionados farão uma palestra no Museu da Maré – Comunidade da Maré. Selecionaremos duas pessoas do Grupo de teatro Gestos do Museu da Maré para participar das atividades do projeto. Todas as apresentações serão gratuitas.

As marcas do PATROCINADOR serão impressas em todos os materiais impressos e virtual/online de divulgação do projeto, dentro das normas estabelecidas pela Divisão de Marketing e Comunicação, em forma de “Patrocinador” apresenta: ONDE MORA O AMOR?.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *