Música Sonetos

Prazo para captação:

De 04/05/16 até 31/12/16

Descrição

O projeto pretende realizar a gravação de um CD intitulado “Fátima Lima, Sonetos”, que será composto por 12 músicas autorais e regravações. Serão feitas 3.000 cópias dos CDS.

Quem Incentiva Pessoa Jurídica Pessoa Física

Região BR

Tipo de imposto abatido IR

Valor autorizado para captação:

R$ 254.280,00

Resumo

O projeto pretende realizar a gravação de um CD intitulado “Fátima Lima, Sonetos”, que será composto por 12 músicas autorais e regravações. Serão feitas 3.000 cópias dos CDS.

Objetivo

O proponente e os demais artistas que comporão o projeto necessitam de apoio fiscal, visto que não haverá possibilidade de realização sem tal facilidade.

A cultura tem muito a ganhar com a realização do projeto, visto que a música possui forte expressão na história cultural do Brasil. Esse projeto tem a intenção de agregar valor histórico-cultural através da realização de uma obra completa, além de expandir o alcance da música Brasileira com o objetivo de atingir maiores parcelas da população, especialmente os jovens e adultos, propagando fisicamente a cultura pelo território nacional através do CD e da realização das apresentações gratuitas. Através deste projeto cultural, a produção artística Brasileira ganhará renovada força e estímulo para a expansão por todas as camadas sociais da população, sendo assim, um excelente custo beneficio para a sociedade.

Nº do Diário Oficial

84

Onde vai acontecer

Timon, MA, Brasil

Data de realização

Não definida

Público

O público alvo do projeto independe de idade, classe social e nicho, criando assim a oportunidade de atingir todos os interessados. Estima-se atingir três mil pessoas com os CDS e mais três mil nos shows, fora o publico virtual que não como ter uma estimativa no momento.

Descrição

O projeto tem como produto principal a gravação de um CD da cantora e compositora Fatima Lima, composto por 12 músicas autorais e regravações, com a participação de 12 músicos convidados, durante 8 meses, nos 1º e 2º semestres de 2016. O local de gravação está em fase de definição pelo proponente.€Após a gravação, serão realizados dois shows gratuitos (produto secundário): um na cidade de São Luís/MA e outro em Teresina/PI. Haverá comercialização do produto principal com valores unitários e promocional atendendo ao determinado na legislação MinC. Haverá ainda a distribuição gratuita de 10% do total de unidades produzido para a população de baixa renda, para os patrocinadores e para divulgação conforme o Art. 28, Inciso I, Alíneas a,b e c da IN nº.1/2013.

O projeto atende ao Artigo 40 da IN nº1/2013 no que diz respeito aos seus quesitos:

I – Capacidade técnica do proponente, uma vez que apresentou relatório de atividade cultural e comprovação operacional de realização do projeto;

II – as informações apresentadas pelo proponente não foram suficientes, havendo assim a necessidade de promover diligência;

III – Atendimento aos objetivos descritos no art. 3º Inciso II, alínea A da Lei nº 8.313, de 1991, pois trata-se de “produção de discos”;

IV – a proposta contribui para o alcance dos objetivos descritos no artigo 1º da Lei 8.313/91, principalmente no que diz respeito aos incisos I – Contribuir para facilitar, a todos, os meios para o livre acesso às fontes da cultura e o pleno exercício dos direitos culturais e II – Promover e estimular a regionalização da produção cultural e artística brasileira, com valorização de recursos humanos e conteúdos locais;

VI – as etapas apresentadas se fazem necessárias para a plena realização do projeto. Conforme consta na IN nº 01/2013, inciso XXIII do Art. 3º o cronograma de execução corresponderá ao prazo de execução do projeto, compreendido a partir do período da autorização para a movimentação dos recursos (que se dará mediante a captação mínima de 20% do valor aprovado), até a finalização do objeto proposto, vinculado à execução das metas físicas e financeiras constantes do orçamento aprovado pelo Ministério da Cultura. O prazo previsto para o cronograma do projeto é de 12 meses;

VII – o proponente garante a acessibilidade (para o produto secundário) da seguinte forma: “Será requisito mínimo que todos os locais de apresentação tenham medidas de acessibilidade, incluindo locais e assentos especiais, fila preferencial, entre outros”;

VIII – Projeto enquadrado no Art. 26, Inciso I da Lei 8.313/91 alterada pela Lei 9.874/1999 e em conformidade com o Art. I, Inciso III, Alínea B da Portaria 116/2011. O produto não foi enquadrado no Art. 18 uma vez que não atende a alínea referente a sua área. Conforme o proponente “O projeto pretende realizar a gravação de um CD intitulado “Fátima Lima, Sonetos”, que será composto por 12 músicas autorais e regravações”. “Após a gravação, serão realizados dois shows gratuitos”.

IX – O projeto prevê apresentações em 2 cidades/estados o que configura a sua repercussão local e regional;

X – Proporciona impacto positivo, uma vez que também valoriza artistas nacionais e facilita o acesso da população a bens culturais;

XI – Contribui para o desenvolvimento da área cultural em questão incentivando a produção musical autoral.

XII – os custos previstos estão compatíveis com os preços praticados no mercado;

XIII – a relação custo/benefício do projeto encontra-se de acordo com a proposta;

XIV – em atendimento aos critérios e limites de custos estabelecidos pelo Ministério da Cultura, uma vez que foram considerados os limites e vedações desta Instrução Normativa, como os 15% para custos administrativos, os 20% para os custos de divulgação e os 10% para captação de recursos;

XV – não se trata de um projeto com chamamento público.

Download e material complementar

Divulgação da marca em todas as impressões, mídias socias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *